Airbnb não é hotel, você sabia?

Airbnb não é hotel, você sabia?

Continuando nossa parte de turismo, hoje quero falar um pouco de uma modalidade que está em crescimento no Brasil, o Airbnb.

Segundo o Wikipedia, que todo mundo conhece:

Airbnb é um serviço online comunitário para as pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações e meios de hospedagem. 

Pois bem. Ele é um aplicativo muito interessante para quem possui um imóvel e gostaria de alugá-lo por um período. E para quem busca um lugar que seja mais barato do que um hotel.

Leia também => Mochila nas costas e vamos lá!

Ele é simples! Quero ficar na Cidade X por um final de semana. Eu busco no aplicativo ou pelo site e vejo as opções. Leio atentamente o que o lugar possui, reservo, converso com o proprietário e vamos lá!

O que muitas pessoas ainda não entenderam, é que o Airbnb não é um hotel. Você tem horário para fazer o check-in, que é às 15 horas e o check-out às 12.

Lógico que existem aqueles proprietários que até deixam o hóspede entrar um pouco mais tarde ou mais cedo. Dependerá da disponibilidade do lugar.

O que acontece aqui são alguns erros grotescos por parte de quem deseja alugar.

Um deles é achar que o lugar é um hotel e o proprietário estará lá a disposição no horário que ela quer.

Nós temos um Aibnb e passamos recentemente por esse problema. A pessoa pediu para fazer o check-in às 20 horas, que virou 22 e que no final pediu para chegar às 23 porque estava com um problema. Tudo bem! Ela chegou às 23h30. Detalhe, como se nada estivesse errado, sem a mínima pressa e ainda tinha parado para comer fora, já que estava com pizza na mão.

A pessoa pode até achar normal, mas temos vida e trabalho no outro dia. Além do que, o metrô só funciona até meia noite e não moramos na mesma cidade. Resumindo, tivemos que dormir em um hotel.

Este é um erro muito comum entre as pessoas. Acharem que como um hotel, podem entrar a hora que quiserem porque são clientes.

Não, você não é um cliente! É uma pessoa que está pagando para ficar um período na casa de uma pessoa, que possui regras.

Você não irá encontrar café da manhã e nem roupa de cama. Alguns até deixam, mas novamente, isso não é regra e você que deve ler ou perguntar antes para o proprietário. Não adianta chegar no local e achar que pode exigir o mundo, porque não pode.

Lógico que o proprietário também deve seguir as regras do bom anfitrião e o lugar estar limpo e adequado. Mas novamente, a pessoa que deseja locar, deve LER.

E percebemos que as pessoas não estão lendo. O nosso Airbnb não possui uma foto de piscina. E perguntam se tem. Está descrito que não existe tais objetos. E elas chegam no lugar e reclamam que não tem.

Não adianta reclamar ou querer negativar o proprietário. Isso só piora para a pessoa, pois o dono do lugar também irá dar a nota a respeito da pessoa. E na maioria das vezes, o hóspede não tem razão.

Novamente, não tem, porque acha que está indo para um hotel.

E ainda na parte de entrada e saída, é muito comum as pessoas não prestarem atenção ao valor que está pagando pela entrada até a saída.

Se você reserva o da 20 de abril, o início do pagamento é a partir das 15 horas do dia 20 de abril. Não importa que você entre por volta das 18. Não tem diferença de valor.

Isso sim funciona como um hotel. A diferença do Airbnb é o hóspede poder ficar com mais pessoas e poderem dividir o valor. De ter uma experiência diferente, pois alguns proprietários até buscam a pessoa no aeroporto ou algum ponto. Lógico, desde que a outra pessoa esteja disposta a pagar.

É uma experiência interessante, por conhecermos pessoas de diferentes partes do mundo, já que tivemos um hóspede estrangeiro. Também de diferentes gêneros, profissões e famílias.

Na maioria das vezes mais tivemos pontos positivos com as pessoas que se hospedaram do que o contrário.

Portanto, fica essa dica para você que deseja viajar e utilizar o Airbnb em vez de um hotel, hostel ou pousada. O lugar é a casa da pessoa e não um hotel qualquer estrela.

É o mesmo estilo que muitos mochileiros ao redor do mundo utilizam e os brasileiros desejavam muito usufruir. Portanto, utilize de maneira correta e aproveite.

Related Post

Deixe uma resposta