Amos e Masmorras Livro I: A Submissão

Amos e Masmorras Livro I: A Submissão

Livros eróticos existem aos montes. Mas saber quais realmente são bons e com uma temática BDSM interessante, são raros. E que tal um que mistura erotismo com uma dose de jogos?

Amos e Masmorras! Pode ler Dungeon and Dragons versão adulta, mas diferente dos jogos de RPG, aqui a história traz uma dose de crítica e um mistério policial. E vamos a sinopse do livro!

Em mais uma excitante série, a renomada autora Lena Valenti aborda agora as nuances do universo BDSM. Amos e Masmorras é um dos mais recentes sucessos da autora e se tornou best-seller internacional. A agente Cleo Connelly, integrante do corpo de polícia em Nova Orleans, é uma mulher atraente e destemida, que não mede esforços – e impulsos – na resolução dos casos que assume. Certo dia, entretanto, ela é designada para investigar, junto ao FBI, uma lucrativa rede de tráfico humano. Para cumprir a missão, ela precisará se inserir em um contexto inusitado: visitar a cena BDSM do país e participar das práticas de sodomia e dominação instituídas no torneio Dragões e Masmorras DS. Agindo como agente infiltrada, Cleo terá de pesar os limites de sua própria luxúria nesta implacável caçada, considerando também a arrebatadora atração que sente por Lion Romano, seu parceiro no caso. Mas será que, no meio do caminho, ela vai gostar de ser submissa? Renda-se aos deleites desta intrigante e sensual narrativa! Lena Valenti nasceu em Barcelona, em novembro de 1979. Leitora assídua, principalmente de romances, escreve desde que se conhece por gente. Trabalhou como assessora de imprensa da livraria Casa del Libro e, graças à sua saga Vanir, elevou-se ao posto de uma das escritoras mais reconhecidas e aclamadas do romance sobrenatural. Atualmente dedica todo seu tempo a escrever.

Encontre o livro

Confesso que a sinopse é mais do mesmo. Pelo menos o livro não. Amos e Masmorras é praticamente um guia amador para quem deseja conhecer o mundo do BDSM.

Através de sua personagem principal, vamos sendo apresentados pouco a pouco no que é o BDSM, suas siglas, regras e aos jogos de sedução. E isto tudo através de Lion, que é um dos mestres nesta arte.

Veja também:Desmitificando: A responsabilidade de um verdadeiro BDSM

A linguagem é simples e a autora soube transcrever não apenas o que está ao redor deste universo de sexualidade, mas também que sexo não é apenas o corpo, mas todo um conjunto que envolve mente, ambiente e mistério.

E isto tudo envolto no trabalho que precisam desempenhar como agentes do FBI.

Amos e Masmorras não é apenas a respeito de sexo e sim sobre confiança. Confiar no parceiro que está ao seu lado como um agente. E confiar nele ao entregar todos os seus pensamentos mais íntimos e prazeres. E vice versa.

Lena nos mostra que fazer sexo é algo simples, mas o verdadeiro prazer está não em apenas se entregar, mas doar-se. Estar presente e não ter medo de si e envergonhar-se do seu corpo e seus desejos mais insanos. Será que também não são de quem está ao seu lado?

Amos e Masmorras é um livro que surpreende em sua narrativa e por não cansar, por trazer personagens envolventes e humanos. Com descrições nada fantasiosas de erotismo e não esquecendo de criticar que tudo que é bom, pode também ser usado para o mal.

Related Post

Deixe uma resposta