As promessas de ano novo

As promessas de ano novo

Pular sete ondinhas, usar roupa branca, não comer frango, iniciar a dieta, fazer esportes…

São inúmeras as promessas que fazemos para começar exatamente no dia 1º de janeiro, opa, dia 2… não, melhor na próxima semana.

E assim aquelas promessas de iniciar a dieta, já morrem. Ou de economizar para a tão esperada viagem.

Promessas e mais promessas que nos fazemos e jamais cumprimos. E ainda ficamos zangados com aquelas que quebram as promessas com a gente! Francamente!

Será que é preciso uma data para começar algo? Por que não pegar agora e já fazer aquela alimentação saudável? Por que não saio agora da frente do computador (leia até o final, compartilhe e depois vai tá), e já inicia sua caminhada?

Temos o péssimo hábito de adiar tudo. Dar desculpas para jamais começar. Falta de dinheiro, de tempo, de tantas coisas, que na verdade é falta de compromisso com você mesmo.

E de novo, ainda reclama da falta de compromisso que os outros tem com você.

Na realidade, as pessoas deveriam parar de jogar expectativas nas outras e olhar a si mesma. Se você não tem responsabilidade consigo mesmo, como quer que os outros tenham com você? E por que alguém tem que ter responsabilidades com você?

Passamos pelo menos 18 a 21 anos buscando a nossa independência de nossos pais. E ainda ficamos bravos porque a mãe não arrumou a cama ou esqueceu de lavar aquela camisa para sair com os amigos. Ou porque nosso pai não comprou aquele celular maravilhoso que custa mais de 2 mil reais.

Ou quando começa a trabalhar, não quer que ninguém opine sobre a sua vida, mas corre pedindo conselhos nas redes sociais e depois faz postagens que não deve nada para ninguém.

É sério?

Por isso, a nossa mensagem de vida, é: viva por si. Não diga eu te amo, antes de aprender a dizer eu me amo.

É simples dizer que é um tolo, um imbecil, mas afirmar que se ama, é complicado.

Portanto, não espere dos outros o que não pode dar a si.

Viva, e seja feliz!

Related Post

Deixe uma resposta