Segunda Trash | Sharknado!

Segunda Trash | Sharknado!

Um filme sobre tubarões que resolveram fazer a sua semana dando um rolê de furacão! Isso é Sharknado!

Trasharnado! Assim que este filme deveria se chamar. E vamos a história!

Um furacão estranho atinge Los Angeles e leva milhares de tubarões para o meio da cidade que está completamente alagada. Os ventos viram tornados no deserto, e as mortíferas criaturas se espalham pela água, terra e mar.

Sharkanado estreou em 2013 pelo Canal SyFy. É um filme que você tem que desligar o “estupidometro” e seguir em frente, porque este está para além do Trash!

Para se ter uma ideia, o próprio elenco depois de descobrir sobre o que era o longa, quiseram desistir. O título apresentado para eles era Dark Sky. E a explicação sobre o filme, segundo o diretor Anthony Ferrante, era:

“Um filme como um Frankenstein, onde todos em um vilarejo tinham tochas e facões.”

Mas, como dito pelo seu ator principal, “Nós todos achamos isso terrível. Eu cheguei a ligar para o meu agente para ver se eu poderia sair do filme ou podiam remover meu nome dos créditos. Mas, uma vez que você assina, é o fim”.

Pois bem, e realmente foi o que aconteceu e aí estão todos eles depois de 6 filmes!

E pasmem, Sharknado fez sucesso!! Quem diria.

Mas vou me focar apenas no primeiro filme da franquia.

No elenco estão, Ian Ziering no papel principal, Tara Reid, John Heard, Cassie Scerbo, Chuck Hittinger e elenco.

Sharknado

Ian “Steve Sanders” Ziering, ou o carinha de Barrados no Baile, é Fin, ex marido da sempre sonsa Tara Reid.

Confesso que o primeiro filme é ruim. Mas tão ruim, que você acaba rindo e querendo ir até o final. Mesmo com Ian tentando ser sério em seu papel e Tara ter um olho pior do que de peixe morto.

O filme não tem justificativa alguma para o motivo dos tubarões terem pego uma carona no rabo do foguete, ops, do furacão. Apenas aconteceu. Cassie Scerbo odeia tubarões porque tem uma cicatriz (?) na coxa que não gosta de mostrar, mas sempre está a mostra, feita por um tubarão.

Ela nunca gosta de comentar, mas é o que mais ela faz.

E falando em diálogos, eles são horríveis e totalmente “na cara”. As cenas são sem sentido, pois está ocorrendo um furacão e os carros continuam passando pelas ruas como se nada tivesse acontecido. Além das cenas com os tubarões possuírem os piores (de)feitos especiais já produzidos. São cenas retiradas da Discovery.

Fora os tubarões que possuem tamanhos variados quando atacam. Aparecem grandes e na hora do bote são pequenos e podem serem atacados com um bastão de beisebol.

E o sangue? É tanto molho de tomate jogado na tela, que a gente fica triste em pensar naquele desperdício de pizza.

Só que com tantos pontos negativos, Sharknado é um excelente filme trash! Consegue por ser ruim! É impossível não gargalhar e ficar reclamando ao mesmo tempo.

Portanto, vale a pena ser assistido e depois conferir suas sequências.

Related Post

Deixe uma resposta