Zorro, de Isabel Allende

Zorro, de Isabel Allende

Os personagens que mais gosto da literatura, sempre foram sem dúvida alguma os misteriosos e solitários. E entre eles está o Zorro!

Demorei um bom tempo para terminar esta visão da Isabel Allende, foram quase 2 anos o lendo.

Não que ele seja ruim. Longe disso, mas ele possui certas partes que o tornam massante e acabava o colocando de lado para ler outra coisa.

Ao longo do livro, descobri que isso era proposital, pois como descrito na obra, a vida tem suas partes em que nada acontecem. E quando li esta parte, compreendi o estilo da autora. Mas achei que ela poderia ter colocado isso no início, assim poderia ter terminado muito mais rápido.

De qualquer forma, Zorro tem partes lentas, mas o livro é realmente uma obra de arte em homenagem ao personagem.

Veja também: Dicas | Jogo Perigoso – duas análises do livro

E vamos a sinopse do livro, lançado em 2006!

Califórnia, ano de 1790: tem início uma aventura numa época fascinante e turbulenta, com personagens cativantes e de espírito indômito, e um homem de coração romântico e temperamento firme chamado… o Zorro. Isabel Allende, autora de grandes sucessos internacionais como A Casa dos Espíritos, De Amor e de Sombra, Paula e A Cidade das Feras, lança mão de seu talento literário para narrar a história do maior e mais famoso herói de todos os tempos. Zorro: Começa a lenda é uma aventura sem igual, que encantará leitores de todas as gerações. A autora resgata a figura do cavaleiro mascarado e, com ironia e sensibilidade, cria um personagem superior à própria lenda.Aventureiro, apaixonado, intrépido e brincalhão. É a trajetória do Zorro. E esta é a crônica de uma vida extraordinária em tempos excepcionais: a de um nobre… despojado de sua máscara. Um relato que começa no ano de 1790, em terras da Alta Califórnia, quando um jovem capitão espanhol se apaixona por uma índia de alma rebelde.Zorro é o retrato de personagens de carne e osso, com virtudes e fraquezas, sensíveis e impetuosas, que nos arrastam em suas aventuras através de uma época vibrante. Com sua habitual maestria, Isabel Allende nos revela a vida simples das missões espanholas na Califórnia no início do século XIX e a agitação nas ruas de uma Barcelona ocupada pelas tropas napoleônicas em plena Guerra da Independência; os ritos de iniciação das tribos indígenas e os mistérios para o acesso a uma sociedade secreta européia; a espiritualidade de um código de honra sem fronteiras e as contradições da alma humana… Zorro: Começa a lenda, de Isabel Allende, é uma aventura como as de antigamente.

Zorro

Além de aventura e mostrar como tudo começou, Isabel Allende dá uma aula de história com acontecimentos da Era Napoleônica, vários fatos da Espanha ocupada, a sociedade da época, personagens históricos, que não vou colocar para evitar estragar sua leitura, entre outras coisinhas que tornam o livro mais do que seus protagonistas, mas o que moldou o Zorro.

Como nas antigas séries que desejamos a todo instante que o herói tire a máscara e confesse a sua amada quem ele é, aqui temos o anseio dele colocar logo toda a roupa negra e inicie suas lutas de espada.

Mas a autora é inteligente e segura, para quando menos se espera, algo soltar o personagem para uma pequena ou grande aventura.

Seu Zorro é tão real, que acreditamos que ele tenha sido uma personalidade como outras que ajudaram na independência dos países latinos.

Zorro

Além disso, é impossível não lembrar do ator Guy Williams, que interpretou o personagem no tempos da transição da TV branco e preto para colorida. Seu sorriso, o charme e a classe na luta.

Em outras partes, percebe-se o quanto de A Máscara do Zorro (1998), com Antonio BanderasAnthony Hopkins, está presente nas partes finais do livro.

Zorro

Zorro – Começa a Lenda é um bom livro para quem deseja conhecer o personagem e sem dúvida um dos melhores da autora.

Related Post

Deixe uma resposta